Como praticar meditação mindfulness

Foi pensando em responder a esta pergunta “Como começar a meditar?” que resolvi compartilhar 4 passos para você finalmente dar início ao hábito que transformará o seu cérebro e a sua vida!

 

Talvez você pense “Ah, mas isso não é pra mim, sou muito agitado(a)” ou “eu nunca vou conseguir meditar” . Eu sei, eu também já pensei assim… E lhe garanto: Meditar é sim pra você. É pra todo mundo. E sim, você consegue.

 

Vamos aos 4 passos!

 

 

1) Comece com 5 minutos

 

Se você um dia já participou de uma corrida sabe que ninguém começa correndo 10, 15, 21 km, certo? Com a meditação não é diferente… Se você tentar meditar diariamente 30 minutos logo de cara pode até conseguir durante uma semana (num cenário BEM positivo) mas há alguma chance de você depois, nunca mais querer meditar.

 

É melhor começar aos poucos pois assim você vai perceber que é totalmente possível incluir este novo hábito na sua rotina, bem como mantê-lo – fator fundamental para quem quer colher os benefícios da prática.

Então, escolha uma posição confortável. Deitado ou setado. Feche os olhos e simplesmente acompanhe a sua respiração.

 

 

2)Respire normalmente

 

Algumas pessoas pensam que é necessário alterar o ritmo da respiração ao meditar. Mas na meditação Mindfulness seguimos o ritmo natural dela, sem alterá-lo.

 

O seu ponto focal pode ser as suas narinas, observando o ar entrando e saindo ou o movimento do seu abdômen. Veja o que faz mas sentido pra você.

 

Caso opte por observar a sua respiração através do movimento da barriga, experimente colocar as duas mãos nela para acompanhar o movimento do inflar e desinflar enquanto você inspira e expira.

 

 

3)Não se apegue aos pensamentos

 

Em poucos segundos de meditação talvez você perceba que a sua mente começou a pensar em outras coisas. E isso faz parte, é completamente normal!

 

A mente foi feira pra pensar e a ideia aqui não é brigar com ela mas, simplesmente, observar que um pensamento invadiu a sua mente e permitir que ele se vá, sem julgar, retornando o foco da sua atenção para a sua respiração.

 

Você vai ver que será necessário fazer esse movimento de “retornar o foco da atenção para a própria respiração” várias vezes. Pois afinal, muitos pensamentos virão.

 

 

4)Continue até completar 5 minutos

 

Ajuda bastante colocar um despertador para tocar quando der 5 minutos. Dessa forma você não fica abrindo os olhos e checando o relógio o tempo todo. Se por exemplo, durante uma semana você meditou durante 5 minutos todos os dias, experimente na semana seguinte meditar 7 min ou quem sabe 10… Vá aumentando.

 

E lembre: A nossa respiração está sempre no presente. A mente não… Esta pode ir para o passado e para o futuro. Portanto, a respiração é uma grande aliada quando o assunto é “estarmos mais presentes”.

 

Quando você sentir que está com a mente muito acelerada, como se um bando de macacos estivessem saltando lá dentro, com vários pensamentos e, inclusive, já se sentindo ansioso ou estressado… Pare e respire com consciência. Pare o que estiver fazendo e respire por alguns instantes…

 

Coloquei logo abaixo um vídeo da Sara Lazar explicando como a meditação pode mudar o nosso cérebro. Vale muito à pena ver!

 

 

Sara W. Lazar, PhD, é pesquisadora associada do Departamento de Psiquiatria do Hospital Geral de Massachusetts e professora assistente de psicologia na Harvard Medical School. O foco de sua pesquisa é elucidar os mecanismos neurais subjacentes aos efeitos benéficos do yoga e da meditação, tanto em contextos clínicos quanto em indivíduos saudáveis. É autora colaboradora de Meditação e Psicoterapia (Guilford Press). Ela pratica ioga e meditação da atenção plena desde 1994. Sua pesquisa foi abordada por vários meios de comunicação, incluindo The New York Times, USA Today, CNN e WebMD, e seu trabalho foi apresentado em uma exibição no Museu de Ciência de Boston.

 

Resuminho:

 

Espero que este post tenha lhe ajudado!

Abraço carinhoso,
Mi

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook

Ebook gratuito

Reuni neste e-book gratuito mais de 50 dicas de livros, vídeos e filmes que me ajudaram na jornada do autoconhecimento. Se você também busca se conhecer, baixe agora e desfrute!

Me formei na PUC-Rio como jornalista em 2013 e de lá pra cá já tive uma filha, atuei na TV como repórter e apresentadora, criei este blog, produzi conteúdo para o Instagram, mudei de Cuiabá para São Paulo, me formei como instrutora de mindfulness na Unifesp, dei aulas, entre outras coisas. 

Mesmo diante de tantas mudanças, percebo que carrego algo há muito comigo: O amor pelo aprendizado e a vontade de dividir com outras pessoas o que descubro e aprendo.

Que você desfrute de cada cantinho dessa “casa”. É com muita alegria que lhe recebo :) 

Seja muito bem-vindo(a)!

Você também vai gostar de ler